Por Mariana Bernun

Ola galera!
Nada melhor que iniciar o meu primeiro post de exposição com uma atração saindo do forno.

Hoje, 26, o Museu Afro Brasil, localizado no Parque do Ibirapuera, inaugura a Mostra Antífona de Gal Oppido.  São 27  fotografias de rostos e corpos  produzidas como forma de retomar a discussão sobre o papel feminino da atualidade.

“A mulher hoje está exercitando de forma plena o que foi cedido e conquistado a partir da década de 60, o corpo está liberto da prisão domiciliar e da opressão que sofria”, explica Gal.

Gal mergulhou na obra do poeta Cruz e Souza, de onde emprestou o título da exposição. “Ele (Cruz e Souza) de vasta erudição dirige sua crítica para esta sociedade serpenteada pelo racismo, preconceito e discriminação, sem abandonar o seu fazer poético, donde escolhi o poema Antífona, para animar as imagens resultantes deste ensaio”, conclui.

Retratando mulheres de várias partes do mundo e todas fotografadas em sua forma mais simples, sem manipulação ou efeitos gráficos, o artista busca causar um misto de sentimentos aos visitantes impondo através da imagem o conceito de liberdade.

Serviço:
Onde: Parque do Ibirapuera
Abertura: 26 de fevereiro
Hora: 12h
Duração: 26 de fevereiro a 17 de abril
Funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 17 horas (permanência até às 18h)