Por Renniê Paro

Que a rotatividade de peças em cartaz em São Paulo é grande não é novidade para ninguém. Que o número de teatros disponíveis para colocar novas peças para rodar também não é segredo, apesar de serem sempre alguns poucos que se repetem nas páginas dos Guias de Finais de Semana, conforme discutimos semana passada.

Esta semana recebi uma notícia que me fez refletir. “Venha se divertir com o espetáculo a mais tempo em cartaz ‘Trair e Coçar é Só Começar’”. A mais tempo em cartaz…isso me fez parar e pensar: Porquê?

Confesso que faço parte do grupo que já assistiu a essa peça algumas vezes, cinco para ser mais exata. Fui na estreia de comemoração dos 25 anos em cartaz (com direito a bolo e champagne no final). Ao longo desses anos foram mais de 6 milhões de expectadores, em mais de 9 mil apresentações.

Acredito que o segredo do estrondoso sucesso é a combinação: atores de sucesso (e que fique claro que isso não significa dizer profissionais super reconhecidos da grande mídia). Estou falando de pessoas que realmente amam o que fazem e se dedicam, com um roteiro bem estruturado que conduz o espectador a dores abdominais de tanto rir. Para resumir, podemos dizer que o enredo gira em torno de como uma rede de informações mal desencontradas pode ocasionar uma verdadeira torre de babel na vida de um casal e seus amigos.

Quem ainda não assistiu não sabe o que está perdendo. Mas, não precisa se apavorar. A peça está novamente em cartaz até o dia 25 de abril, no Teatro Bibi Ferreira, localizado na Bela Vista, as sextas, sábados e domingos.