Por Renniê Paro

Um convite para mergulhar e analisar as diferentes perspectivas no mundo do autismo. Essa é a proposta da peça Cachorro Morto, espetáculo com direção de Leonardo Moreira e encenada pela Cia Hiato. Com estreia na próxima sexta-feira (8), no Centro Cultural São Paulo, localizado na Rua Vergueiro, a peça aborda perspectivas e velhas certezas sendo destruídas, ao mesmo tempo em que o público é inserido nos sonhos de um jovem portador da Síndrome de Asperger, uma forma de autismo.

Já fui assistir a peça em outra temporada, no ano passado. Confesso que o nome me causou certa estranheza. Um palco simples e sem cenários cinematográficos (aliás, as melhores peças que já vi não tinham cenário algum). Nada de figurinos rebuscados ou palavras difíceis. Cachorro Morto é essência, é reflexão sobre um mundo que poucos conhecem e raros são os que se interessam por ele.

Ao multiplicar o protagonista pelos corpos dos cinco atores, a cena cria uma narrativa que envolve a plateia e a convida a conhecer o universo do portador de autismo. A volta desse espetáculo em cartaz é a chance para aqueles que apreciam a arte do teatro em sua mais simples forma. Fortes interpretações e uma atmosfera que faz o público se sentir parte do show. Não percam!

Serviço

Mostra de Teatro com peças de Leonardo Moreira

Espetáculos: Cachorro Morto – de 08/04 a 24/05 – Obs.: 16/04 às 18h (Virada Cultural)

Dias e horários: sextas e sábados às 21h e domingo às 20h

Local: Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000

Gênero: Drama

Ingresso: R$20,00

Classificação etária: Livre

Estacionamento: não tem