por Fernanda Beziaco

Hoje, é sábado! Eba.
Por motivo de força maior essa semana o post de literatura foi transferido para sábado, mas fiquem tranquilos que semana que vem voltamos com o post na sexta, como de costume.

Para esse dia tão lindo, resolvi falar sobre um livro de Markus Zusak, “Eu sou o mensageiro”. Zusak é também o escritor do Best Seller ‘A menina que roubava livros’, que pretendo comentar com vocês em breve.

“Eu sou o mensageiro” é um livro muito interessante. Sua narrativa conta a história de Ed Kennedy, um rapaz “fracassado” que vai viver algumas experiências e que vai lhe trazer o autoconhecimento. Calma, não é livro de auto ajuda. Falando assim pode até parecer chato, mas a verdade é que o livro é bem envolvente.

A primeira experiência de Ed é capturar um assaltante de banco, depois disso ele recebe mensagens e tem que cumprir algumas “tarefas” e, são com essas tarefas que o personagem vai começar a descobrir mais de si mesmo e mais sobre as pessoas ao seu redor.

Diferente da maioria dos autores, você não reconhece o autor de “A menina que roubava livros” em “Eu sou o mensageiro”. A forma de lidar com a narrativa é completamente diferente (na minha percepção), o que chegou a me causar certa estranheza, pois não encontrei a assinatura do autor.

Enfim, Ed vai viver aventuras nessa deliciosa história e você vai curtir e sofrer com ele as questões que o atormentam. É uma excelente opção de leitura.

Senti uma necessidade de deixar dicas de onde comprar, vou começar com esse e assim, sempre que você ler o post e quiser comprar o livro, você terá opções.

americanas

submarino

saraiva

cultura

fnac

Fico por aqui agora, nos vemos de novo na sexta-feira.

Ótimo final de semana e não esqueça “Abra a matraca antes de sair!”

twitter

facebook