Por Flávia Lezza


“Eu desejo ser bailarina!”, “Eu quero ser policial!”, “Quero conhecer a seleção brasileira!”. De onde vêm todos esses desejos? Porque realiza-los é algo tão motivador a ponto de mobilizar voluntários em todo o mundo? Fazer sonhos tornarem-se realidade é o principal objetivo do Make a Wish, que desta forma levam nova esperança e força a crianças, de3 a 18 anos, que sofrem de doenças graves. Este momento mágico as fazem esquecer de tudo, mesmo que por um breve instante, para que pensem apenas em ser criança.

O Make a Wish Brasil, com sede em São Paulo, é uma afiliada do Make a Wish Foundation® International, instituição americana que atua em 37 países. No Brasil, a instituição atua desde 2008 e já realizou cerca de 230 desejos em todo o país com o auxilio de 300 fadas madrinhas.

No ano de 1980, aos 7 anos, Christopher James Greicius estava em tratamento de Leucemia e tinha o queria ser um oficial de policia. Mal sabia ele que sua história seria a fonte de inspiração para a maior organização realizadora de sonhos do mundo.

Existem quatro maneiras do Make a Wish Brasil tornar um desejo realidade. O primeiro deles é através da indicação que pode ser feita pelos pais, responsáveis legais, equipe médica ou até mesmo a própria criança. Outra forma é a elegibilidade médica, com base no estado de saúde da criança. Os voluntários também entram em ação e vão em busca de novas histórias e que a instituição pode realizar. É a imaginação desenvolvida pelos voluntários que proporcionam um dia mágico e inesquecível a tantas crianças.

Para atender cada criança, a instituição conta com doações para o que proporcionam a estas crianças uma experiência inesquecível. As doações podem ser feitas por deposito bancário.

O Matraca Cultural apoia esta iniciativa, que tal abrir a matraca e ajudar estas crianças a realizarem seus desejos?