Por Flávia Lezza


Localizada entre os bairros Capão Redondo, Parque Santo Antonio e Jardim Ângela, na zona sul da Capital, a Casa do Zezinho realiza , desde 1994, atividades voltadas para crianças e jovens que sofrem com a desigualdade social, vivendo abaixo da linha da miséria e com pouco acesso a informação e cultura. Nesses 16 anos de atuação o projeto já atinge cerca de 1.200 “zezinhos” entre 6 e 21 anos de escolas públicas região. O sucesso crescente da casa em sua missão de criar condições de igualdade, por meio da educação, da arte e da cultura, se dá devido ao apoio de famílias do bairro e parceiros.

Atualmente o projeto conta com a ajuda de parceiros como a Editora Vozes, Fundação Nestlé, Ticket, Pepsico, AmBev, entre outros que colaboram com patrocínio através de leis de incentivo.

A casa é considerada um lugar de esperança, respeito, reconhecimento e inclusão, que promove o afeto e, sobretudo, a liberdade, um verdadeiro espaço familiar.

Os jovens atendidos podem praticar atividades esportivas como natação, capoeira, tênis de mesa e vôlei. Para ajudar na capacitação profissional a casa oferece cursos de Gastronomia e Web Design, além de aula de música para formação de orquestra e coral e atividades que atingem a todas as idades como espetáculos, peças de teatro, apresentações musicais entre outros.

A Casa do Zezinho surgiu através da iniciativa da Tia Dag. Ela não se conformava com a exclusão e a situação no bairro onde morava com o seu marido e seus filhos e resolveu arregaçar as mangas. Colocou em prática todo o conhecimento sobre educação que adquiriu com seus familiares, todos educadores. Ela defende o direito de sonhar de cada criança e, acreditando neste sonho, ajuda a fazer acontecer.

“A criança tem que crescer feliz, sem pular etapas. Quem cresce feliz vai saber escolher seu futuro. Sabendo, e podendo, escolher o próprio futuro, já é meio caminho andado para que ela seja bem sucedida, independente do que tiver escolhido. A escolha foi dela, consciente.”

Conheça mais as atividades da Casa do Zezinho através do site:

http://www.casadozezinho.org.br