por Fernanda Beziaco

Olá meus leitores preferidos🙂 como estão nesta sexta-feira quente e seca? Eu confesso que estou um pouco gripada, mas tudo bem, porque pela internet eu não posso passar meus vírus para vocês. Mas, brincadeira a parte, vamos ao post de hoje.

Como vocês sabem, eu gosto de escrever textos diferentes de vez em quando. E, hoje é um desses dias.

Resolvi passar uma semana “colhendo” os livros dos outros. Como assim Fernanda? Vocês me perguntam. Bom, passei a semana toda observando os livros que vi pelo caminho de casa pro trabalho, do trabalho para casa e por ai vai.

E, para minha surpresa, tive resultados muito legais com essas observações.

Os títulos que encontrei nessas andanças:

Noites tropicais

Eragon

O caçados de pipas

Como vivem os mortos

Antes que eu vá

Sobre Herois e Tumbas

O inocente

Agora, meus comentários sobre eles:

Noites Tropicais, de Nelson Motta, é um livro que mistura memórias do autor e a evolução musical da bossa nova, MPB. Esta obra, já está na minha lista de leitura.

Eragon, de Christopher Paolini, é o primeiro da trilogia. Diferente de Noites Tropicais, Eragon é um livro de aventura, de dragões e cavaleiros. Eu tenho os três livros, porém ainda não os li. Até comecei a ler Eragon, mas me desinteressei logo. Prometi a mim mesmo continuar, farei isso!

O caçador de pipas, é o único desta lista que eu já li. Um drama comovente de Khaled Hosseini. Em um cenário diferente do que estamos acostumados, mostrando um lado do Afeganistão muito peculiar. A amizade, a vida, família, honestidade, tudo colocado em questão em uma narrativa que prende o leitor. Esta obra pode arrancar-lhes algumas lágrimas.

Como vivem os mortos, de Will Self, é um romance que trata sobre a “vida” dos mortos e a interferência deles na vida dos vivos. Meio confuso, não? Este também está na minha lista e, prometo que assim que possível postarei sobre ele aqui.

Sobre Herois e Tumbas, de Ernesto Sabato, é uma mistura de romance e drama, que vai explorar sentimentos diversos. Paixão, política, religião. O título me parece tão interessante, que espero eu que a leitura também. Foi para a lista.

E, por último, O inocente, de John Grisham. Este autor é especializados em histórias “judiciais”. Todos os seus livros são ambientados em cenários de justiça, crimes, advogados, etc. Em breve, vocês vão ler sobre ele aqui.

Antes de sair, conte para nós que livro você está lendo ou qual a leitura te marcou mais.

Um ótimo final de semana e até a próxima sexta!