Por Antonio Saturnino e Mariana Bernun

Com tantos shows bacanas que rolaram na última sexta-feira (07), ficou até difícil selecionarmos apenas um para cobrir.

Pois bem, escolhemos dois artistas, ambos geniais (com o perdão do pieguismo), dividimos a equipe do Matraca e fomos a campo. Neste post falaremos da Luciana Mello, que marcou o lançamento de seu novo álbum, o 6º Solo, no Auditório Ibirapuera, e do Nando Reis, que se apresentou pelo Sons da Nova com o show Baile do Ruivão.

Luciana dispensa apresentações. Dona de uma das vozes mais doces e marcantes, a filha do sambista Jair Rodrigues e irmã do músico Jair Oliveira sabe, como ninguém, encantar o público. Mas se me pedissem para definir o show em uma palavra, com certeza seria “família”. Nos primeiros bancos do auditório, era possível ver o marido, a filha, parentes e amigos próximos da cantora.

O show em família

Mas vocês entenderão melhor o porquê da minha definição. Logo no começo, enquanto cantava Tchau, a nova música de trabalho e que fez eu me apaixonar pelo álbum antes mesmo do lançamento, a pequena Nina, filha da cantora, subiu ao palco. Uma fofa! A visita inesperada chegou a deixar Luciana sem palavras. Com o show mais adiantado, após a troca de roupas, o irmão Jair Oliveira Também subiu ao palco. O dueto cantou Couleur Café, canção francesa arranjada por Jairzinho. Já caminhando para o final, o pai Jair Rodrigues, dividiu o palco interpretando Mentira.

O que mais me agrada nos shows dela, é o inesperado, o fora do planejado e não ensaiado. No momento do bis, após muita insistência do público, Pedro Mariano, que assistia o show na plateia, subiu ao palco para cantar o sucesso Assim que se faz. Quem está apenas lendo pode até pensar que já estava combinado e foi só um joguinho. Tanto não estava combinado, que no meio da música a banda precisou baixar um tom para o Pedro conseguir acompanhar. Ainda nesta música, subiu ao palco outro grande amigo da cantora, o músico Wilson Simoninha. De repente Jair Rodrigues e Oliveira estavam de volta, desta vez como integrantes da banda.

O mais gostoso de tudo, foi ver que eles estavam se divertindo no palco… que realmente amam o que fazem.

Nando Reis e suas guias

Na mesma noite em que Luciana Mello encantava no Auditório do Ibirapuera, Nando Reis fazia o mesmo do outro lado da cidade.  Ao contrário dos Sons da Nova Brasil do Tom Jazz, sempre muito intimistas, a noite no HSBC Brasil foi muito agitada.

Com a casa lotada, Nando começou na maior animação com Sou dela. Quem conhece o álbum Bailão do Ruivão sabe que o que não falta é agitação. A galera da frente cantava frenéticamente, já os do fundo não se importavam tanto e ver o cantor, mas sim em mexer os esqueletos.

Nando, em certo momento, conversou com a plateia e disse para que todos aproveitassem a noite, pois por mais que as músicas fossem as mesmas, para ele nunca um show tem o mesmo astral que o outro. E com certeza, naquela sexta (07) o astral estava o dos melhores possíveis, artista e fãs na mesma sintonia.

Confira todas as fotos do show da Luciana Mello http://migre.me/5TJTl