Por Fernanda Beziaco

Olá leitores, de novo não consegui terminar o livro “A ilha do medo”, quando eu terminar este vou soltar gritinhos de aleluia… =/

Ok, desabafos colocados para fora, vamos ao post de hoje.

Hoje vou falar de uma obra de Alexandre Dumas, alguém conhece? Acha que não? Mas deve conhecer. Ele é o escritor de Os três Mosqueteiros e é autor também do livro que vou falar hoje, O Conde de Monte Cristo.


Vamos pelo começo, nunca tinha assistido o filme. Mas, em minhas antigas idas a bibl iotecas públicas (ainda existe isso?) passei por O conde de Monte Cristo, já tinha ouvido falar no filme e ta aí uma coisa que gosto bastante de fazer, ler livros que viraram filmes. E não só isso, gosto de compará-los.

Mas muita calma… não vou falar do filme tanto assim, se não vai parecer um post da nossa matraqueira Juliana, rsrs.

Então, estava eu na biblioteca e achei o Conde do Dumas. Fui pra casa ler, não li… devorei! O livro é espetacular. Bem amarrado, muito inteligente, uma história extremamente envolvente (para mim, que fique c laro).

Ai, fui ver o filme. Que decepção. Os clichês que Dumas faz questão de não usar no livro e é o que deixa a história muito melhor, o diretor do filme fez questão de colocar. Conclusão: livro – like e filme – dislike.

A história narra a vida de Edmund, que vai preso injustamente e perde sua amada, que casa-se com seu “melhor amigo”. Na prisão, ele conhece um senhor, um homem bem velho mas muito inteligente que vira seu tutor.

Com uma escapada fenomenal da prisão e encontrando uma caverna de tesouros, ele se torna o Conde e volta para sua terra em busca de vingança.

É aventura, é romance. E olha que eu nem gosto muito desse gênero, mas temos que concordar que Alexandre Dumas era fera!

É isso, se eu fosse você comprava o livro. E, assistia o filme, pra ver onde Dumas acertou e o diretor errou.

P.S.: Uma curiosidade sobre Dumas, ele era amigo de Garibaldi, que veio ao Brasil e lutou na guerra dos Farrapos.

Não vou contar, senão perde a graça, certo? 🙂
boa sexta, sábado e domingo…
até a próxima pessoal

Anúncios