Por Renniê Paro

Hey people! Como estão? 

Lembram-se que não faz muito tempo postei sobre o movimento de peças de teatro que são renomadas em outros Estados e que estão chegando à São Paulo? 

Pois é…não sei se já ouviram falar, mas o Grupo Galpão é um dos maiores em Belo Horizonte, Minas Gerais, há mais de 27 anos e trabalha com diretores convidados. O Galpão desenvolve pesquisas com vários elementos cênicos, com destaque para as linguagens do circo e da música (sempre tocada ao vivo pelos próprios atores), traduzindo para uma linguagem brasileira vários clássicos, numa fusão do erudito e do popular. 

Acaba de estrear em São Paulo a peça “Tio Vânia (aos que vierem depois de nós)”, no teatro do SESC Vila Mariana. O espetáculo é uma montagem da obra de Tchekhov. Na trama, o quarentão Ivan Petrovitch Voinítski, o tio Vânia, mora nas terras de um professor aposentado, Serebriakov, que foi casado com sua irmã, já falecida. O protagonista se sente atraído pela atual mulher do ex-cunhado, Helena, que é cortejada pelo médico Ástrov, paixão platônica de Sônia, sobrinha de Vânia, filha de Serebriakov. Entendeu? É…eu sei que é complicado rs (assim como nossas relações cotidianas). 

Foto: Divulgação

Enquanto a ação repleta de desejos e subentendidos se desenrola, o ex-acadêmico vai se revelando um sujeito arrogante, mentiroso e avarento – e tio Vânia vê cair por terra a fidelidade e admiração que nutria por ele. 

Já repararam como isso acontece com uma certa frequência em nossas vidas? Criamos expectativas sobre algumas pessoas e nos encantamos. Após certo tempo decorrido, aquele ser mágico começa a mostrar seu verdadeiro eu e caem por terra todas as nossas ilusões. É, isso acontece mais vezes do que imaginamos…

Enfim, não deixem de dar uma olhada na peça, que fica em cartaz até o dia 20 de novembro.

Beijones!

Anúncios