Por Flávia Ferreira

Hoje eu estou aqui para falar sobre um assunto muito importante para todos nós, inclusive, para as crianças.

Vou contar sobre a campanha Por uma infância Sem Racismo, promovida pela UNICEF. A iniciativa é um alerta à sociedade sobre a discriminação racial no cotidiano das crianças e adolescentes e vem para alertar e mobilizar as pessoas por meio de ações em rede que garantam o respeito e a dignidade.

O primeiro passo é conscientizar os pequenos que a diversidade étnico-racial é motivo de orgulho e não de medo, dor, sofrimento ou preconceitos. É na formação de uma criança que este assunto deve ser falado para que, futuramente, não haja dúvidas ou até mesmo uma formação de opinião contrária ao que elas veem e são.

Um das maneiras de conversar sobre o assunto, é falar sobre o respeito às diferenças e isso pode começar como uma brincadeira. Se você percebeu que alguma criança foi discriminada mostre para ela que todos têm direitos iguais. Abrace-a, apoie-a e estimule a convivência com crianças de diferentes etnias para que se crie um relacionamento respeitoso.

Não deixe de denunciar se presenciar algum caso de discriminação. A discriminação é uma violação de direitos, é crime.

E para que esta campanha atinja um número cada vez maior de pessoas, estão nos ônibus coletivos da cidade de São Paulo os cartazes promovidos pela Coordenação de Assuntos da População Negra  (Cone) e pela Prefeitura de São Paulo em prol desta iniciativa. A frota de ônibus de São Paulo é composta por mais de 15 mil unidades, nas quais circulam 5,5 milhões de passageiros por dia.

Mais informações sobre as maneiras de contribuir, você encontra no site oficial do projeto.