Por Fernanda Beziaco

Leitores, me perdoem.
Hoje vou falar de mais um livro da Fernanda Young – aquela do livro O Pau, lembram? – Então…
O primeiro livro que li da Fernanda foi Aritmética e eu devorei este (assim como tantos outros) em uns três dias.

Li algumas críticas sobre o livro e, por alguns momentos, pensei que fosse odiá-lo. Ao contrário, amei! Leria novamente. Inclusive, pretendo comprá-lo. Eu tinha o hábito de “alugar” livros, nas esquecidas bibliotecas. Atualmente, apenas compro (e já preciso de uma estante maior, sério!).

Young da vida a uma série de personagens em Aritmética. A história central acontece com América e João Dias, um romance improvável. Dias é casado e propõe um acordo com América, encontros com intervalos de um, dois, quatro meses.

Enquanto isso, outras histórias e pequenos romances ou crises se desenrolam. Young brinca com os personagens de forma que você fica completamente envolvido. Sem perder seu “q” lascivo e ácido, as relações em Aritmética também são exploradas no âmbito sexual, as vezes em forma de crítica, as vezes em forma de provocação ou apenas como parte dos romantismos.

Está longe de ser um clichezão, apesar de ter sido comparado a um folhetim a la rede globo.

Mas, vocês podem tirar suas próprias conclusões.

Leiam mais! Ler faz bem =)

Recados importantes: Tá rolando promoção no Matraca, saiba mais aqui
Já curtiu o Matraca no FB? Curta aqui

Já segue o Matraca no Twitter? Siga aqui

Próximo livro: Antes que eu vá, Lauren Oliver.

Lembrando que falta exatamente um mês para o Natal!

Boa sexta e curta o final de semana também 😉