Por Juliana Maffia

Simplesmente Amor!

Um filme Natalino diferente de todos os outros (pelo menos quando ele foi lançado)! Nesta época, eu poderia falar sobre Esqueceram de mim, mas, como todos já se apaixonaram por Macaulin Kulkin, eu não preciso falar bem dele por aqui, não é?! Neste Natal, na hora de assistir a algum filme, escolha uma comédia romântica inglesa, vai te fazer bem, eu garanto.

É difícil contar o enredo desta história. São diversos personagens que, de uma forma ou outra, estão ligados. Com eles, vivemos as cinco semanas que precedem o Natal. São histórias de todos os tipos, casais que terminam, ou começam, um relacionamento. Crianças que encontram seu primeiro amor. Pais que precisam reconstruir suas vidas. Amores não correspondidos. Mas a mensagem, mesmo sendo óbvia, é a mesma em todas as histórias: Natal é uma época de amor.

Como os ingleses transformaram esse tema em um filme de humor? Bom pergunte ao roteirista e diretor Richard Curtis. Acostumado a escrever roteiros, Curtis criou uma história exemplar. Quanto à direção, ele foi um dos primeiros a criar um filme com diversas histórias que se misturam (outro longa assim é Crash – No Limite).

O que faz do filme especial é a quantidade de atores fantásticos participando. As melhores atuações ficam a cargo de Emma Thompson, Alan Rickman, Rowan Atkinson, Bill Nighy e Hugh Grant (eu poderia incluir nesta lista diversos outros nomes). Todos os atores são muito bons com comédia e por isso se destacam. Se você não entende de humor inglês, é melhor deixar este filme pra lá…

Anúncios