Por Renniê Paro

Hey pessoal!! FELIZ TUDO NOVO para todos nós!!

Que este ano seja lindo e repleto de realizações!!

Para começar bem o ano vou falar de uma comédia que retrata bem os lares de muitas famílias em todo o mundo. Sabe aquela famosa relação entre genros e sogras? Pois é…uma relação que não temos escolha e que nem sempre é fácil de se aguentar.

Imaginem só. Um casal completamente apaixonado, que convive em harmonia e trabalha muito, finalmente consegue um tempinho em sua agenda lotada para fazer a tão sonhada viagem ao Caribe. Como imprevistos acontecem, Flávia terá que cancelar a viagem, pois sua substituta fica doente (é a famosa Lei de Murphy…).

O maridão Renato, que já está de férias, descobre que, além de não poder mais viajar, ainda terá a “agradável” companhia de sua sogra D. Zulmira, por alguns dias (que na verdade para ele será uma eternidade). Essa é a temática de “A Sogra que Pedi a Deus”.

A sogra ranzinza faz de sua estadia um verdadeiro inferno na vida do genro, implicando com tudo, reclamando e ainda usando sua bengala como uma arma quase letal (ok, brincadeira rs).

A peça está em cartaz no Teatro Ruth Escobar. Para quem quer começar o ano com boas risadas fica a dica. Ah…levem suas sogras, quem sabe assim algumas não se tocam e param de tanta implicância rsrs

Beijos!