Por Fernanda Beziaco

Olá leitores, como estão nesta sombria e horripilante sexta?
Ok, não tão horripilante assim né? mas é só pra colocá-los no clima!

Não vou falar sobre nenhum livro hoje, estou com duas leituras em andamento e como hoje é sexta 13, resolvi fazer um post diferente.

Desde meados do ano passado duas séries me chamaram a atenção, a primeira Once Upon a Time e a segunda Grimm. Ambas abordam os “fairy tales” dos irmãos Grimm. Claro que cada uma dessas séries aborda os contos de formas diferentes. Em Once Upon a Time é de uma forma mais romantizada, como já estamos acostumados. Porém, em Grimm, o desenrolar dos contos de fadas são sombrios.

Os irmãos Grimm são (ou foram) geniais.

Segundo algumas fontes que pesquisei nessa coisa chamada internet, os Grimm escreveriam a respeito de casos reais e transformavam esses casos em contos para poder “instruir” as pessoas. Essa é a explicação mais fascinante que eu li a respeito.

Outros artigos apenas contam que os contos tinham a moral, também com este objetivo de instruir, mas nada tão profundo quanto a explicação acima.

Mas vamos lá… se repensarmos todos os contos e adaptarmos para um contexto atual e removermos o elemento fantasia, as histórias ficam muito parecidas com os crimes absurdos que vemos por ai.

Apesar de sempre falar sobre livros, séries também me divertem. Então deixo essas duas dicas para vocês, Grimm e Once Upon a Time. Para vocês reconhecerem os contos de fadas que ouvimos durante a infancia e perceberem que sem os “finais felizes” é um retrato do mundo real.

Uma excelente sexta 13 pra vocês!

Anúncios