por Juliana Maffia

Beware: muitos, MUITOS, spoilers.

Com o anuncio de que Star Wars seria relançado no cinema, transformado em 3D, muitos fãs reclamaram. Esta era mais uma óbvia manobra de George Lucas para ganhar ainda mais dinheiro. Porém, mesmo com prováveis más intenções, Lucas dá mais uma chance para seus fãs irem ao cinema assistir sua obra prima. Uma coisa eu posso afirmar, o filme fica melhor na segunda vez!

Como “primeiro” filme da série, A Ameaça Fantasma nos apresenta a República, contextualiza seus problemas e, acima de tudo, serve para nos apresentar os personagens chave desta nova trilogia de Star Wars. Claro que com alguns nomes recorrentes na franquia.

No filme, dois cavaleiros jedis precisam resolver uma situação delicada no planeta Naboo, que ameala ser tomado pela Federação Comercial. Qui Gon Gin e Obi Wan Kenobi, precisam salvar  a rainha Amídala e levá-la até o Senado, que poderá tomar alguma atitude quanto a situação. No caminho, encontram um jovem escravo cujos poderes chamam a atenção de Qui Gon Gin. Sim, é ele mesmo, Anakin Skywalker.  Uma vez no senado, Amidala decobre que pouco pode ser feito sobre a situação de seu planeta. A rainha resolve então voltar a Naboo e tomá-lo de volta sem a ajuda oficial do Senado.

Dos seis filmes arquitetados por George Lucas, Star Wars: A Ameaça Fantasma é o mais fraco deles. Comecemos por Jar Jar Binks, odiado por muitos, amado por poucos. Qual o problema de Jar Jar Binks? Simples, é como se um dos Trapalhões (com um sotaque bizarro) tivesse invadido o filme. Falando em personagens desnecessários, que tal lembrarmos dos comentaristas da corrida de Pods? Oh George, gostaria de saber o que passava pela sua cabeça…

Mas, o filme não é de todo mal, aliás ele é bastante divertido na maior parte do tempo. Primeiramente, é fantástico finalmente conhecermos Anakin e Obi Wan. Melhor ainda é o momento em que Yoda aparece, completamente diferente daquele “duende” maluco dos filmes antigos. As lutas são muito boas, afinal, diferente de Luke, estes Jedis eram muito bem treinados.

Se já assistiram o filme, meus argumentos não farão tanta diferença, ainda mais se você já é um amante da série. Quanto a qualidade do 3D posso dizer que não é nada estrondoso. As cenas ganham profundidade, mas nada salta aos olhos, o que para mim é uma ótima coisa. Nada de monstrinhos que saltam da tela. O filme continua sendo muito melhor do que outros longas do gênero.  Se você não pôde ver o filme no cinema da primeira vez corra, pois vale a pena.

Por fim, posso apenas dizer que é sempre um prazer poder assistir uma produção deste tamanho no cinema. Mesmo que A Ameaça Fantasma seja o filme mais fraco do universo de Star Wars, conseguimos compreender quão incrível é a trama criada por George Lucas. Thanks George, minha infância não teria sido a mesma sem você.